5 de abril de 2009


se tudo é vão
é outra a natureza em que
res
..valo

pés no chão
pés no barro



Juliana Meira
A imagem é "The poetess", obra de Joan Miró datada de 1940.

19 comentários:

Alexandre disse...

é isso Ju...


" pés no chão
pés no barro "


tudebãopratu!

Juliana Meira disse...

ééé!

gradicida Alexandre,
tudebembãopratu!

O esconderijo do Pinico disse...

Caramba, to lendo seus poemas e me deliciando, tem um quê de graça em tudo, de sonoridade, de encanto.

tão pé no barro, tão cheiro de chuva.

desde o amarelecido - primeiro que li - to aprendendo um monte de coisa nova enquanto te leio!

lindo lindo!

Juliana Meira disse...

legal, Pinico. estamos sempre aprendendo aprendendo sempre.
seja bem-vindo!

fred disse...

Ótimo poema.
Belíssimo blog.
Beijos

Sidnei Schneider disse...

gosto e
concordo.
bjks

Renato de Mattos Motta disse...

um poema
naturalmente
de pé no chão

Juliana Meira disse...

oi Fred, grata.
bem-vindo ao tempoema!

Juliana Meira disse...

"concordo"
obrigada, Sidnei!

(=

Juliana Meira disse...

Renato,
grata poetamigo!

Mara faturi disse...

Coisa mais querida essa menina; belo poema!!! e Miró??!! AMOOOOOO!!!
bjinhos e miaus ( o black cat tá fazendo estrepolias por aqui, é muy fofo)!!!

Mara faturi disse...

TEMPOEMA novo no per;)

Juliana Meira disse...

grata Mara,
Miró é mesmo demais!
imagino as estrepolias do pequenino gatinho!
beiJu

Laurene Veras disse...

Já ta td dito!
Tua fã!
:D

Juliana Meira disse...

valeuuu Lau!

(=

beiJu

Gilbamar disse...

Criativo, inteligente e com aquele toque de fascinação que encanta.

Vi seu espaço virtual na relação do Grupo Águia(do qual faço parte) e resolvi conhecer. Parabéns! Foi minha melhor escolha hoje. Voltarei outras vezes.

Fraterno abraço do Águia Gilbamar.

Juliana Meira disse...

Gilbamar, grata.
bem-vindo amigo, chegue mais que sempre é tempo de poema!

abraço de águia para águia

Rodolfo Caruso disse...

Salve Juliana,
o tempoema é bonito mesmo, é vapor e pé no chão.
abraços aços
Rodolfo

Juliana Meira disse...

salve Rodolfo,
legal receber a visita do poeta!
abraço

5 de abril de 2009


se tudo é vão
é outra a natureza em que
res
..valo

pés no chão
pés no barro



Juliana Meira
A imagem é "The poetess", obra de Joan Miró datada de 1940.

19 comentários:

Alexandre disse...

é isso Ju...


" pés no chão
pés no barro "


tudebãopratu!

Juliana Meira disse...

ééé!

gradicida Alexandre,
tudebembãopratu!

O esconderijo do Pinico disse...

Caramba, to lendo seus poemas e me deliciando, tem um quê de graça em tudo, de sonoridade, de encanto.

tão pé no barro, tão cheiro de chuva.

desde o amarelecido - primeiro que li - to aprendendo um monte de coisa nova enquanto te leio!

lindo lindo!

Juliana Meira disse...

legal, Pinico. estamos sempre aprendendo aprendendo sempre.
seja bem-vindo!

fred disse...

Ótimo poema.
Belíssimo blog.
Beijos

Sidnei Schneider disse...

gosto e
concordo.
bjks

Renato de Mattos Motta disse...

um poema
naturalmente
de pé no chão

Juliana Meira disse...

oi Fred, grata.
bem-vindo ao tempoema!

Juliana Meira disse...

"concordo"
obrigada, Sidnei!

(=

Juliana Meira disse...

Renato,
grata poetamigo!

Mara faturi disse...

Coisa mais querida essa menina; belo poema!!! e Miró??!! AMOOOOOO!!!
bjinhos e miaus ( o black cat tá fazendo estrepolias por aqui, é muy fofo)!!!

Mara faturi disse...

TEMPOEMA novo no per;)

Juliana Meira disse...

grata Mara,
Miró é mesmo demais!
imagino as estrepolias do pequenino gatinho!
beiJu

Laurene Veras disse...

Já ta td dito!
Tua fã!
:D

Juliana Meira disse...

valeuuu Lau!

(=

beiJu

Gilbamar disse...

Criativo, inteligente e com aquele toque de fascinação que encanta.

Vi seu espaço virtual na relação do Grupo Águia(do qual faço parte) e resolvi conhecer. Parabéns! Foi minha melhor escolha hoje. Voltarei outras vezes.

Fraterno abraço do Águia Gilbamar.

Juliana Meira disse...

Gilbamar, grata.
bem-vindo amigo, chegue mais que sempre é tempo de poema!

abraço de águia para águia

Rodolfo Caruso disse...

Salve Juliana,
o tempoema é bonito mesmo, é vapor e pé no chão.
abraços aços
Rodolfo

Juliana Meira disse...

salve Rodolfo,
legal receber a visita do poeta!
abraço