16 de maio de 2008


----------------------------------------Vinicius de Moraes

Estudo
(Vinicius de Moraes)

Meu sonho (o mais caro)
Seria, sem tema
Fazer um poema
Como um dia claro.

E vê-lo, fantástico
No papel pautado
Ser parte e teclado
Poético e plástico.

Com rima ou sem rima
Livre ou metrificado
- Contanto que exprima
O impropositado.

E que (o impossível
Talvez desejado)
Não fosse passível
De ser declamado.

Mas que o sonho fique
Na paz sine die
Ça c'est la musique
Avant la poésie.


Esse poema está em "Poesias coligidas" - poesia completa e prosa.

4 comentários:

Alexandre disse...

bah!

Vinicius...
esse teu poema diz tudo.
do fim ao início.

Saravá!

- Marechal Carleto - disse...

"Alguns dizem que o que há de mais belo na terra é um esquadrão de cavalaria;
outros, um exército de guerreiros apeados; outros ainda, uma esquadra de navios;
mas o mais belo é o ser amado por quem o coração suspira."

Safo de Lebos séc. VIII a.C.

Juliana Meira disse...

Alexandre

Vinicius de Moraes
é mesmo demais
nesses versos
e em tantos mais..

Juliana Meira disse...

Marechal Carleto

grata por tua visita no "tempoema"!
também fui lá no "império".
abraço

16 de maio de 2008


----------------------------------------Vinicius de Moraes

Estudo
(Vinicius de Moraes)

Meu sonho (o mais caro)
Seria, sem tema
Fazer um poema
Como um dia claro.

E vê-lo, fantástico
No papel pautado
Ser parte e teclado
Poético e plástico.

Com rima ou sem rima
Livre ou metrificado
- Contanto que exprima
O impropositado.

E que (o impossível
Talvez desejado)
Não fosse passível
De ser declamado.

Mas que o sonho fique
Na paz sine die
Ça c'est la musique
Avant la poésie.


Esse poema está em "Poesias coligidas" - poesia completa e prosa.

4 comentários:

Alexandre disse...

bah!

Vinicius...
esse teu poema diz tudo.
do fim ao início.

Saravá!

- Marechal Carleto - disse...

"Alguns dizem que o que há de mais belo na terra é um esquadrão de cavalaria;
outros, um exército de guerreiros apeados; outros ainda, uma esquadra de navios;
mas o mais belo é o ser amado por quem o coração suspira."

Safo de Lebos séc. VIII a.C.

Juliana Meira disse...

Alexandre

Vinicius de Moraes
é mesmo demais
nesses versos
e em tantos mais..

Juliana Meira disse...

Marechal Carleto

grata por tua visita no "tempoema"!
também fui lá no "império".
abraço